Certificação

Certificação

Substantivo feminino

  1. Afirmação de certeza ou verdade de; atestado, prova

  2. Emissão de certidão

Definição de dicionário

Certificação é a declaração formal de comprovação, emitida por quem tenha credibilidade ou autoridade legal/moral. Ela deve ser formal, isto é, deve ser feita seguindo um ritual e ser corporificada em um documento. A certificação deve declarar ou dar a entender, explicitamente, que determinada coisa, status ou evento é verdadeiro. Deve também ser emitida por alguém, ou alguma instituição, que tenha fé pública, isto é, que tenha credibilidade perante a sociedade. Essa credibilidade pode ser instituída por lei ou decorrente de aceitação social. O certificado é o documento que corporifica a certificação.” Definição da Wikipedia

Em Portugal o ensino de Yoga não existe enquanto actividade económica nem tem estabelecidos parâmetros legais que regulamentem a formação de profissionais. Como tal, aquilo que é o estabelecido é que basta um Certificado de Competências Pedagógicas (CCP, antigo CAP) emitido por uma entidade reconhecida pelo IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional) para ser possível montar um curso de formação em Yoga que certifique Instrutores. Sobre o CCP https://netforce.iefp.pt/pt-PT/ENT/Home/FPIF.

A Certificação de Entidades Formadoras permite o reconhecimento da qualidade da formação e dos certificados concedidos aos formandos. O YogaPro associou-se por isso a uma entidade formadora certificada pela DGERT - a e-Estratégico - que garante a qualidade e fiabilidade dos serviços de formação prestados. Deste modo, os nossos cursos têm certificação DGERT, cumprindo os termos do Sistema Nacional de Qualificações.

A Yoga Alliance não certifica nem Entidades nem Professores. O serviço prestado pela YA resume-se a ser um diretório onde os professores e entidades ficam registados como cumprindo os requisitos estabelecidos pela própria instituição. Os requisitos são os mesmos que as entidades nacionais (IEFP e DGERT) solicitam para emitir uma certificação de competências pedagógicas (CCP). Segue o link https://www.yogaalliance.org/Credentialing e também https://www.yogaalliance.org/Credentialing/CredentialsforSchools

A Yoga Alliance não certifica nem atribui capacidade de certificação a ninguém nem a nenhuma escola. A YA regista, é um diretório.

Nós, no YogaPro, escolhemos por isso certificar os nossos cursos via entidade formadora certificada pela DGERT e não estar registadas junto da Yoga Alliance.


O que é que isso implica para ti se fizeres uma formação connosco?

Os nossos cursos têm certificação DGERT, cumprindo todos os parâmetros de estrutura, conteúdos, pedagogia e avaliação de qualquer formação necessários conforme o CCP. Só atribuímos certificação mediante avaliação de competências com aproveitamento positivo, definidas nos critérios de avaliação entregues aos formandos no início do curso. No final do curso, e mediante aproveitamento positivo, terás um certificado reconhecido a nível nacional.

Ambas temos cursos superiores que nos habilitam a leccionar determinadas matérias ao nível do sistema educativo nacional. Ambas temos o CCP reconhecido pelo IEFP. Ambas temos vários anos de prática e ensino de yoga (ver quem somos para especificar tempo de prática e formações).

Por não estarmos registadas junto da Yoga Alliance, não podes, da nossa parte, registar-te e fazer também parte do diretório de professores deles https://www.yogaalliance.org/Credentialing/Credentials_for_Teachers


As nossas formações são piores do que as outras por isso?

Não.


Isto é uma opinião pessoal que partilhamos. 

A primeira questão é o incómodo que gera em nós uma organização que se apelida de “sem fins lucrativos” cobrar tanto para certificar professores e mais ainda formadores de professores. Compreendemos que todos devemos receber um valor justo pelo nosso trabalho, mas que isso seja assumido com clareza e honestidade sem discursos bonitos mas pouco claros quanto à utilização que é feita dos fundos recebidos. A YA gera milhões de dólares em receitas. 

A nossa segunda questão é o facto de tudo ser analisado à distância e não haver qualquer controlo sobre os conteúdos serem, de facto aplicados e ensinados como afirmado. Não há qualquer verificação da qualidade de ensino nem dos proponentes. Qualquer certificação que não seja feita através deles não é reconhecida de todo, mesmo que seja académica (há artigos online sobre isto). Uma entidade que reconhece capacidades só porque sim e porque não, em que o conhecimento adquirido por formação superior (que obedece a critérios verdadeiramente rigorosos) não tem validade particular, causa desconforto do ponto de vista da credibilidade da entidade em si.

A terceira questão é o facto de atribuírem certificação a entidades que ensinam práticas que estão muito longe de ser fiéis ao principio condutor daquilo que Yoga deve ser, uma busca interna pela nossa Verdadeira Natureza. A abordagem de escolas como a Ananda Marga e o estilo desenvolvido por Iyengar são muito diferentes, no entanto, ambas apontam nessa direcção. Há entidades certificadas pela Yoga Alliance que ensinam abordagens que, na nossa opinião (que vale apenas o que vale) em nada são fiéis ao desenvolvimento da auto-consciência mas sim de uns glúteos redondos e uma barriga lisa. 

Por outro lado, a certificação de entidades formadoras feita pela DGERT é um processo rigoroso, transparente, isento, reconhecido e legislado.

Recomendamos que investigues, que questiones, que apliques o teu sentido crítico e não aceites nada (nem o que dizemos) sem averiguar e pensar no que te faz sentido primeiro.

Porque é que escolheram não se registar na YA?


A maioria dos nossos cursos requerem alguma experiência ou contacto prévio com o Yoga. A forma mais simples de avaliar que tipo de curso se te adequa, é entrares em contacto connosco para te ajudarmos a perceber o que possa ser indicado dentro da nossa oferta de cursos. 

Não tenho experiência em Yoga, posso fazer os vossos cursos? 


Sim, deves! A elasticidade significa que o teu corpo consegue movimentar-se de forma saudável e ampla. Aumentar a elasticidade não é um objetivo, mas um subproduto positivo da prática de yoga.

Não tenho elasticidade, posso fazer Yoga?


Cada uma de nós tem a sua forma particular de ensinar. Os estilos de Yoga enquadram-se em Hatha Yoga, Yin Yoga e Vinyasa Flow. Nenhuma de nós segue uma linhagem filosófica em particular, temos ambas uma curiosidade demasiado grande para ficarmos dentro de uma abordagem só. Nesse sentido, e baseada na nossa formação académica, temos visões e abordagens pragmáticas sobre a prática nas quais as diversas filosofias e tradições se integram.

Apenas rejeitamos o pensamento dogmático e práticas que não são corretas do ponto de vista biológico (que causam danos à saúde do praticante). 

Que estilo de yoga ensinam?